Translate

Videos

Loading...

sexta-feira, 19 de março de 2010

Meu ser






















Meu mundo congelado



Coberto por um manto branco



Solidão...



Todo meu ser aguardando..



Cada parte em alerta...



Corpo,alma,coração.



Meu mundo ansiando



Um sol



Ressurreição

quarta-feira, 17 de março de 2010

Perola

 



















Sou um ser estranho


Indecifrável até mesmo para mim.


Um ser em constante mutação


Inevitável.


Que em um momento qualquer


Encontra uma perola,


Que não sai a procurar  ...


Em um instante, vira um ser deslumbrado.


Fascinado ... que daria tudo para ter aquela perola.


Numa viagem louca vasculha mundos, em um instante ...


Nada era digno daquela perola ...


Os olhos de aprendiz, única.


Encontra enfim ...


Timidamente como uma criança



Avança ... Só  um  ser com seu mundo nas mãos ...



Seu mundo. Frágil e forte, mas o melhor de si.



Aproximando -se da perola



Somente um toque



A faz esfacelar 



Pedaço misturado a lágrimas salgados.



Sou um ser estranho.



Que chora e ri ...



Que guarda o seu melhor.



E recomeça a busca ...

Junção






Apenas meu mundo



Perdido na imensidão do universo



Sem destino,sem rumo...



Buscando o silencio



Ansiando por explicação



Do inexplicável



Meu mundo em movimento



De forma inesperada



Sendo envolvido



Inundado



Absorvido



Por outro mundo



O seu..



Criando uma junção



Indescritível

Home


















Estou aqui novamente.

Somente um ser que viajou bastante,cansado das descobertas.

Nesse imenso universo busquei em vão,outro sorriso,outro olhar....

No diário da viagem só ilusóes...

Muitas contradições.

Estou aqui novamente.

Contemplando o brilho do meu rosto ,no espelho dos seus olhos

Quantos mundos daria por esse toque de mãos...

Pela maravilha de sentir meu mundo inteiro nas mãos...

Mundo que se resume em voce.

terça-feira, 16 de março de 2010

Minha Alma

























Em meu mundo mas uma batalha vencida ...

Ainda ecoa o som da comemoração

Risos abraços, congratulações ...

Meu rosto brilha de satisfação.

Brilho Próprio de guerreiros acostumados com vitórias.

Embriagando na sua superação

Tudo é brilho no meu mundo iluminado

Por que estão minha alma tu fostes pra longe?

Ouço o chamado silencioso de Lágrimas ..

Ferida aberta clamando por socorro ...

Lembrança presente do que ficou pelo caminho

No campo de batalha da vida, guerreiro escolhe não;

Sobrevive

A alma se despe de emoção, se veste com a razão

Guerreiro vacila fraqueja, ama

Mas nunca se despe da razão ...

Vem minha alma, como luzes se apagaram,

cessou a comemoração ...
J
untas Podemos atender ao chamado silencioso, lágrimas ...

Alívio pra ferida, bálsamo pro coração ..

Ferimento profundo, mas dele não vamos morrer ...

No final só uma cicatriz mas trazida do campo de batalha da vida.

Recordação