Translate

Videos

Loading...

sábado, 19 de julho de 2014

Nu


 
Despido o poeta dos versos.
Um a um se despedindo gratos pela liberdade.
Exposto o homem nu de versos e reversos.
Palavras duras, puras. corpo febril na ânsia da cura a mercê de outro querer...
Minha pele nua também febril de encontro a sua...
Ambos indo de encontro à cura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário