Translate

Videos

Loading...

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Exposição Colcha de Retalhos e Su Aquino



Minha poesia  fazendo parte da exposição.

Colcha
de Retalhos

A vida é um conjunto de vivências.
Como uma colcha de retalhos;
Costurada pelo destino, caprichoso.
Que com a ajuda das nossas escolhas fornece a linha para a costura.
Todos os pedaços ligados por esta linha de fios indestrutíveis.
Difícil imaginar um ser humano que nunca parou e se perdeu,
alisando os retalhos desta colcha que é sua vida.
Quantas cores possuem esses retalhos!
Quanto som ouviu de cada um deles!
Do primeiro a inocência da infância.
Seguidos de cada mudança de nosso ser.
Olhamos cores da alegria, som de risos.
Nossos risos; presos no meio de tantas obrigações.
Cada um costurado ao longo do caminho.
Cada missão completada. Cada carga carregada.
Quantos retalhos!
Quantas emendas!
Quando usei esse tecido colorido alegre?
Quando usei esse triste, eu me lembro...
Nossa quanta escuridão nesse preto disfarçado de azul!
E finalmente a preocupação.
Quanto retalho falta para a finalização?
Desejando um arco-íris para colorir essa ilusão.

Um comentário: