Translate

Videos

Loading...

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Sempre suas mãos




A chuva bateu sobre o telhado e não entrou.
Acho que com o silêncio desistiu...
A madrugada quente desfila com seu manto escuro transparente.
Segue enfeitado de sombras a envolver o mundo.
Obediente mundo, dominado por sua senhora poderosa.
A cama perfumada lembra perfumes de outros lençóis...
O sono se perdeu em meio aos pensamentos.
Suas mãos... Sempre suas mãos...
Mãos firmes sobre o volante.
Mãos firmes sobre o teclado.
Mãos responsáveis pelos movimentos das rodas.
Mãos responsáveis pela espuma da banheira...


Nenhum comentário:

Postar um comentário