Translate

Videos

Loading...

domingo, 30 de setembro de 2012

Alma em Paz







Alma em Paz

Abandonar seu caminho
Achar que pode mudar sua essência.
Vagar pelo labirinto da vida.
Visitar mundos e saber que ali não é seu lugar.
Em cada parada deixando um pouco da sua essência.
A bagagem dos sonhos cada vez mais leve.
Pesando uma dor infinita na alma.
Alma machucada, calada, definhando.
Até o dia que agonizada a alma clama.
Pede sua essência, senão deixará o corpo para sempre.
Os pés no caminho certo. Respira a alma aliviada.
Devagarzinho todas as feridas são tratadas.
A alma vagarosamente volta a sorrir.
Um dia a paz interior invadiu a alma.
Não depende das circunstancias.
Alma em paz. Isto é o que conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário