Translate

Videos

Loading...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Magia



 
 
Sonha o poeta que não consegue adormecer.
Voa alem dos montes.
Busca no horizonte seu descanso.
Bem longe do corpo aquecido em cobertas de lã.
Cabeça repousando sobre o travesseiro.
Ouve o chamado do infinito esse ser errante.
Nesse momento vira mago, bruxo, ser encantado.
Atende ao chamado da Pena, seu objeto inseparável.
Se fundem o Poeta e a Pena. Não ha rejeição,somente união.
Encantado o Poeta pela Pena. Pena encantada pelo Poeta.
Dois transformados em um só viajante.
Noite escura... madrugada fria...
Voa mundos essa magia. Chamada Poesia.
No final de tudo volta o corpo ao seu aconchego.
E o poeta dorme nos braços da magia de outros braços. Realizado.
Esse mistério só entende os Poetas.
Segredo dos encantados pela magia dos versos.




Poetas da noite !!!
Grupo de poesia góticas e outras coisitas mais .

Nenhum comentário:

Postar um comentário