Translate

Videos

Loading...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Teu Nome



Teu Nome
Hoje alguém falou de ti...
Tu para mim és como o canto da sereia num mar desconhecido
Navego em Teus olhos, mesmo em pensamento, me delicio.
Tu és tempestade escondida sobre águas aparentemente calmas
Mudo o rumo do meu barco de sonhos,
fujo do teu regaço.
De repente ouço o canto que invade todos os cantos
Sinto o coração se encher de encanto
Sinto o corpo clamar pelo encontro
Acalanto de um romance que tento esconder nas ondas do tempo
Navegar nesse mar proibido pela razão
Razão que se perde quando te imagino aqui
Turbilhões de sensações, emoções, desejos...
Tudo girando nessas linhas que te escrevo
Ao som dos remos na água de um querer insano
Loucura vestida de fantasia
Dança pagã de dois corpos cristãos
Loucura que vivi, sonhei... recordei.
Hoje ao ouvir teu nome...

Nenhum comentário:

Postar um comentário