Translate

Videos

Loading...

sábado, 6 de outubro de 2012

Soprando o vento


Soprando o vento


Acordei antes do dia
Corpo flutuando em rimas
Alma livre viajante
Indo longe fazer rimas.
Ultrapassando horizontes

Sem regras nessa aquarela.
Sem escalas de cores.
Sem riscar a tela.

Sopra o vento nessa tela.
Movimentando com destreza
Essa caravela cheia de velas.
Vento forte sopra as velas
Nessa viagem bela.

Tira o sono, molha a pena.
Com autoridade ordena.
Obediente viajante embriagado.
Rendendo se ao poder da pena
Sopra, sopra este vento.
Leva longe o viajante...
Que no mar da sedução, sem reclamar ...
Cativo já esta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário