Translate

Videos

Loading...

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Vôo

 
Vôo
Voar. Silenciosamente.
Ás vezes é a melhor solução.
Evita uma constrangida explicação.
Vôo triste, solitário.
Coração pesado, de palavras não ditas carregado.
Corpo ansioso, envolvido por fragrâncias
Alma teimosa, agarrada a palavras.
Mente exige uma solução
Para essa confusão, nem eu tenho explicação.
Flutuando e esperando...
Quem sabe encontrar um guia!
Nesse vôo solitário uma mão. Mas sem ilusão.
Porque a mão que desejo, não deseja a minha não.
31 julho2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário